Widget Peticionamento Loy

Carro chefe entre os produtos da Loy, o Peticionamento Eletrônico tem otimizado a rotina de diversos escritórios, já que os diferentes sistemas da maioria dos 91 tribunais do país tem seus fluxos simplificados e disponibilizados em uma única plataforma, com o widget “espelhando” as informações que estão disponíveis nestes, dispensando a necessidade de acessá-los para protocolar.

O QUE É UM PETICIONAMENTO?

Segundo a definição de boa parte dos dicionários, a palavra Peticionamento deriva do verbo peticionar e tem como significado “fazer uma solicitação por meio de petição; Solicitar algo judicialmente, sendo esta solicitação fundamentada por um juiz ou órgão competente”.

Um peticionamento pode – basicamente – ser classificado em dois tipos: Inicial e Intermediário

Peticionamento Inicial: também conhecido como distribuição, é a ação de protocolar a petição inicial de um processo, ou seja, dar início à ele.

Peticionamento Intermediário: todo e qualquer protocolo realizado após a distribuição de um processo. São realizados para dar andamento aos mesmos.

COMO PETICIONAR NO WIDGET LOY?

Protocolar por meio do Widget Loy é bastante simples e intuitivo, já que os passos serão idênticos aos realizados nos próprios sistemas de cada tribunal.

Após selecionar o CNJ – seja na plataforma Loy ou na integração – os passos até o protocolo variam conforme o tribunal e sistema em que o processo se encontra, seguindo as especificidades de cada um.

Utilizando o caso da imagem acima como exemplo (oriundo do TRT3 MG PJe), a primeira ação é definir a operação entre Intermediária, Solicitar habilitação ou Peticionamento avulso. Após selecionar uma das opções, basta clicar em Nova Petição.

Seguindo, a próxima ação será adicionar os documentos envolvidos, sendo possível arrastá-los até o local indicado ou utilizar a janela de seleção tradicional.

O próximo passo é classificar os documentos anexados, no combo Tipo. Caso seja necessário, é possível alterar a ordem dos arquivos, clicando no local indicado e arrastando a peça até o local desejado.

Por fim, basta selecionar o advogado que assinará o protocolo, preencher a Assinatura Eletrônica referente e clicar em Protocolar.

Após concluir o procedimento, o protocolo será enviado para a fila de execução, com seu andamento podendo ser acompanhado no menu Peticionamentos da plataforma de Peticionamento Eletrônico. Assim que o robô concluir o fluxo do protocolo no tribunal em questão, os comprovantes referentes serão disponibilizados na plataforma, também sendo entregues em anexo ao email de confirmação.


Last updated byadmin